Por on 28 de novembro de 2016

Há quem diga que qualquer bicicleta te leva a qualquer lugar. Concordo, mas uma vez que você decide por fazer uma longa viagem ao redor do mundo, é bom considerar estar bem acompanhado.

Passei a estudar incessantemente marcas, modelos, componentes, pneus, selins, guidões, freios e tudo que há numa magrela. Durante as pesquisas, descobri um infográfico muito interessante no site Icebike, que mapeou mais de 100 experientes cicloturistas ao redor do planeta.

Clique para ver o infográfico

Clique para ver o infográfico

Depois de me perder em tanta informação e navegar por dezenas de blogs de cicloviagens, vi que existia uma queridinha da galera: A Long Haul Trucker, da Surly, uma marca desconhecida pra mim até então.

A LHT não é uma bicicleta sofistica, mas ao que tudo indica é uma ótima escolha para longas distâncias. O meu conhecimento técnico era bem limitado e precisei ler bastante para entender um pouquinho mais. Levei em consideração os excelentes reviews espalhados pela internet, mas ainda assim não estava convencido.

Pra quem sempre teve bicicletas simples e baratas, era difícil escolher. Pedalei por anos com uma bicicleta de ferro daquelas que vendem em mercado, até seu quadro partir em dois quando eu subia a Av. Sumaré, em São Paulo-SP. Depois tive uma Caloi Supra, a primeira de alumínio, que me levou pela primeira vez para distâncias mais longas. Passei a usar uma Rockrider 8.1, com freio a disco, uma mountain bike mais forte e que aguentou muito bem os morros do Vale Europeu e a maresia do Rio de Janeiro.

É difícil encontrar bicicletas projetadas para o cicloturismo.  A maioria é mountain bike adaptada. Então levei em consideração montar uma bicicleta de acordo com as minhas medidas, mas como não sou nenhum expert, logo desisti desta possibilidade. Insisti outra vez em encontrar um modelo que rivalizasse bem com a Surly. Nas buscas priorizei os seguintes itens:

  • Pronta para receber bagageiros
  • Componentes confiáveis
  • Boas avaliações
  • Bom custo-benefício
  • Marca global de credibilidade

Na época eu viajava frequentemente a trabalho para os EUA, fator que me deixava ainda mais inquieto, já que eu tinha a oportunidade de trazer a bicicleta de lá. E numa visita despretensiosa a uma bike shop na Florida, os olhos brilharam:

trek-920-2016-touring-bike-matte-olive-drab-ev217047-6093-1

A Trek 920 é uma das poucas bicicletas que nasce pronta para viajar. Mistura características de montanha e estrada, vem com bagageiros de fábrica, é montada com bons componentes da SRAM, tem freios a disco e a marca dispensa comentários. A Trek dá garantia mundial e vitalícia em seu quadro. Nem precisava ter feito o test drive para atestar que era amor a primeira vista.

Coloquei um selim mais confortável e troquei os pneus pelos tradicionais Schwalbe Marathon, que já vem com proteção interna anti-furo. Fiz um curso de mecânica básica na Escola Park Tool, em São Paulo-SP para poder resolver pequenos problemas e agora é ganhar a estrada e cair no mundo.

Vale dizer que não adianta ter bike boa e conhecimentos técnico e mecânico se não estiver disposto a encarar essa aventura de peito aberto. Uma mente determinada, um coração cheio de vontade  e um corpo saudável podem fazer qualquer um rodar o planeta até numa barra forte.

 

 

 

 

 

 

 

TAGS

27 de novembro de 2016

POSTS RELACIONADOS
03D93485-89EC-40DD-9319-7D368E58989B
2018, que ano!

5 de janeiro de 2019

47D65D89-C8F0-4183-8BF0-101F5FD301B3
E a Europa ficou para trás

5 de janeiro de 2019

10B4C9EF-40CC-4C8F-9583-F4597793A179
Dois anos na estrada

5 de janeiro de 2019

82455E5B-2AC6-4A09-A606-3BA62A2D571A
“The lighter”

5 de janeiro de 2019

21BCE185-222B-47C7-AB2F-DFD8D67CA179
Finding joy everywhere

5 de janeiro de 2019

1E656438-6FEB-46FD-968D-50459C58B30C
Cold weather warm hearts

6 de dezembro de 2018

467B4B48-60B4-46FC-A4A7-903635DEE708
Um adeus na estrada

5 de dezembro de 2018

30E464FD-7411-433E-B876-0FC636E53CC8
About big cities

5 de novembro de 2018

F47FACB2-9C98-4A0C-A0F0-AA5DFEFE70E6
Noruega e os sonhos por trás da Aurora Boreal

1 de novembro de 2018

ADORAMOS COMENTÁRIOS, DEIXE O SEU!

Isra
Santos - SP

Jornalista, Israel Coifman é paulista de Santos e tem 35 anos. A paixão pelo esporte levou-o à profissão e o trabalho lhe apresentou o mundo. Passou por empresas como MTV, ESPN e Mowa Sports e por seis anos rodou o planeta cobrindo a seleção brasileira de futebol. Começou como freelancer e foi editor, repórter, produtor, videomaker, diretor de fotografia e deixou a função de head de video da agência Mowa Sports para ir atrás de um sonho genuinamente seu: viajar o mundo de bicicleta.

Últimos Posts
Like us on Facebook
Publicidade