40158434_2300740299966435_6327356115503808512_o
Diário de Bordo

Os ventos do norte

Por on 15 de agosto de 2018

Vim pra Noruega realizar um sonho: ver a aurora boreal. Eu sei que mesmo na “época certa” não dá para garantir o espetáculo das luzes do norte, mas resolvi seguir o coração como tem sido desde que comecei a viajar. Voei dos 50º do Oriente médio para o gelado verão nórdico que muitas vezes marca temperaturas negativas na madrugada. Aterrizei em Oslo, capital da Noruega, ciente do desafio que seria cruzar todo o país até o extremo norte do continente e encarar as adversidades climáticas da região.

Confesso que pensei em desistir…várias vezes. Medo do frio, da neve e principalmente por conviver com a incômoda rotina de pedalar com chuva e ventos gelados quase que diariamente. Bom, quem viaja de bicicleta sabe que não é só o desconforto na hora do pedal. Tem a barraca molhada, a roupa que não seca e, em um país como a Noruega, não dá para correr pra um hostel ou lavar roupa em lavanderia pois os preços aqui são astronômicos. Tem que encontrar sua própria maneira, sem esperar hospitalidade, solidariedade ou generosidade como era rotina na América do Sul e também no Oriente Médio.

Terminei a Rallarvegen, a rota de cicloturismo mais popular da Noruega e cheguei numa encruzilhada: ou pegava uma balsa para desembocar em uma estrada que me levaria para o norte ou tomava um trem de volta a Oslo para pedalar rumo ao sul da Europa. Quase desisti. O plano B não era tão ruim assim, mas decidi seguir a aventura e caçar um dos primeiros itens da minha “bucket list”. Em outras palavras, estou pedalando rumo ao extremo norte da Europa em busca de algo que eu não sei se vou conseguir ver e tampouco tenho muita ideia do que vou fazer depois, pois não terei mais muito tempo de visto para viajar pelo continente, o inverno vai estar batendo porta, mas estou confiando que vai dar certo e que novos caminhos vão aparecer.

Ontem cruzei a Sognefjellet, uma das travessias de montanha mais difíceis desde que deixei o Brasil. Foi a primeira vez que pedalei com flocos de neve batendo na cara. A cinematográfica Noruega intimida e te convida constantemente a mergulhar em suas belezas. E desde aqui sigo, pedalando rumo ao norte! Que os bons ventos me acompanhem!

TAGS

5 de setembro de 2018

POSTS RELACIONADOS
8438EC32-29CB-4986-9768-A51FFA279649
Em 24h deixei o Círculo Polar Ártico, pedalei na neve e fui pra cadeia

6 de outubro de 2018

Screen Shot 2018-10-15 at 19.03.45
O dia mais longo

17 de junho de 2018

Screen Shot 2018-10-15 at 18.55.30
Quem somos nós?

15 de maio de 2018

Screen Shot 2018-03-21 at 19.21.13
Quer viajar nas férias?

21 de março de 2018

Screen Shot 2018-10-15 at 18.32.16

12 de dezembro de 2017

Screen Shot 2018-10-15 at 18.28.45
Últimos dias de Equador

15 de novembro de 2017

Spot2 Insta2
O que levar numa cicloviagem?

1 de novembro de 2017

Hemsul
Metade do mundo do lado de cá 

1 de novembro de 2017

9CA536D2-7755-4B89-9C61-E7CA0426F82F
Do mar ao glaciar

17 de outubro de 2017

ADORAMOS COMENTÁRIOS, DEIXE O SEU!

Isra
Santos - SP

Jornalista, Israel Coifman é paulista de Santos e tem 35 anos. A paixão pelo esporte levou-o à profissão e o trabalho lhe apresentou o mundo. Passou por empresas como MTV, ESPN e Mowa Sports e por seis anos rodou o planeta cobrindo a seleção brasileira de futebol. Começou como freelancer e foi editor, repórter, produtor, videomaker, diretor de fotografia e deixou a função de head de video da agência Mowa Sports para ir atrás de um sonho genuinamente seu: viajar o mundo de bicicleta.

Últimos Posts
Like us on Facebook
Publicidade